AVALIAÇÃO SITUACIONAL DE UM LABORATÓRIO PÚBLICO DE ANÁLISES CLÍNICAS

Rousylene Santos Carneiro Lima, Donato Mileno Barreira Filho

Resumo


O laboratório é um elemento básico do sistema de saúde, que tem como objetivo auxiliar o diagnóstico, acompanhamento da evolução, tratamento e prevenção de problemas de saúde. Um ambiente sem estrutura adequada, os profissionais que ali trabalham, não irão conseguir desenvolver todas suas atividades, prejudicando assim o andamento do laboratório e tendo em vista a obrigatoriedade de participação dos laboratórios de aderirem a um programa de controle de qualidade. Logo, o presente trabalho torna-se necessário para contribuir de forma satisfatória para os usuários e profissionais do laboratório. O objetivo do trabalho foi realizar um diagnóstico situacional do laboratório público da Cidade de Capistrano-CE. Trata-se de um estudo analítico, com abordagem descritiva, prospectivo e qualitativo. O estudo foi realizado no laboratório público de análise clínicas do Hospital e Maternidade Nossa Senhora de Nazaré, no município de Capistrano – CE, no período de agosto a outubro de 2015. Com a realização do diagnóstico  situacional do laboratório público em estudo, foi verificado que há várias não conformidades em relação as RDCs RDC 302:2005 e RDC 50:2002  entre elas destacamos, a não adesão a um programa de controle de qualidade, prejudicando o andamento do laboratório e consequentemente, a baixa qualidade dos seus resultados.

Palavras-chave


Laboratório. Sistemas de Garantia da Qualidade. Biossegurança. RDC 302:2005 e RDC 50:2002.

Texto completo:

PDF

Referências


ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. RDC 302:2002. Disponível em: . Acesso em: 22 mar. 2015.

ANDRIOLO, A. O laboratório clínico e os intervalos de referência. Rev. J Bras Patol Med Lab, v. 46, n. 6, p. 57, 2010.

CHAVES, J.S.C.; MARIN, V.A. Avaliação do controle externo da qualidade nos laboratórios clínicos do Rio de Janeiro de 2006 a 2008. Rev. J Bras Patol Med Lab, v. 46, n. 5, p. 391-394, 2010.

CORRÊA, J.A.; GUIMARÂES, J.C.; SOUZA, M.M.; TIBURCIO, H.M.; MENDONÇA, C.R.L. RDC 302 – Regulamento Técnico para Funcionamento de Laboratórios Clínicos, 2012.

COSTA, M. A.F. Qualidade em biossegurança. Rio de Janeiro: Qualitymark editora, p. 26 e 51, 2012.

ERICHSEN, E.S.; VIANA, L.G.; FARIA, R.M.D de; SANTOS, S.M.E. Medicina Laboratorial para o Clínico. In: VIANA, L.G. Introdução à Medicina Laboratorial. 9. ed. Belo Horizonte: Médica Coopmed, 2009.

FILHO, J.M.; HIRATA, M.H. Manual de Biossegurança. Editora Manole Ltda, p. 32 e 33, 2002.

MORELI, M.L.; COSTA, V.G. Principais parâmetros biológicos avaliados em erros na fase pré-analítica de laboratórios clínicos. Rev.J Bras Patol Med Lab, v. 48, n. 3, p.163-168, 2012.

WALLACH, J. M.D.Interpretação de exames laboratoriais. 7. ed., Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan S.A, 2008.




Direitos autorais 2017 Revista Expressão Católica Saúde


ISSN: 2525-8540 | eISSN: 2526-964X

Indexadores
Este periódico está licenciado sobre a Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações CC BY-ND. Mais detalhes na página da licença