PERFIL DE PACIENTES PORTADORES DE INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA SUBMETIDOS À TERAPIA HEMODIÁLITICA

Andreia Soares Silva, Davy Deusdeth Timbó Magalhães Sobrinho, Tália Lanuce Rodrigues, Rafael dos Santos Saturno, Edilson Martins Rodrigues Neto

Resumo


Insuficiência Renal Crônica é a perda lenta, progressiva e irreversível das funções renais. Sendo assim os rins não conseguem manter a normalidade do meio interno do paciente. Tornando então necessário o uso de terapêuticas substitutivas da função renal. O objetivo desse trabalho será caracterizar o perfil epidemiológico de pacientes com Insuficiência Renal Crônica atendidos em um Centro de Nefrologia, neste ano de 2016. A coleta será realizada no Centro de Nefrologia de Iguatu-CE, onde os portadores de Insuficiência Renal Crônica do município de Acopiara serão submetidos a uma entrevista por meio de questionário. Como variável dependente terá idade, sexo, valores da pressão arterial, a função renal, as comorbidades, o período da hemodiálise e o estilo de vida. Os dados obtidos serão devidamente compilados em um banco de dados do software Microsoft Office Excel® 2010 para tabulação; a análise estatística será realizada pelo software IBM SPSS 20.0. A pesquisa é necessária, pois a população ainda não tem um conhecimento sobre a gravidade da Insuficiência Renal Crônica. Seu diagnostico é descoberto quando se perde grande parte da função dos rins. Não havendo uma cura na maioria dos casos de doença renal, quando não tratada, ela normalmente evolui e pode levar à morte. É de extrema importância para órgãos de saúde como a Secretária de Saúde do município, informa os devidos cuidados e procedimentos realizados após o diagnóstico da doença e o estudo trará o levantamento do perfil desses pacientes visando descobrir o maior fator de prevalência, sendo possível uma conscientização da população.


Texto completo:

PDF


ISSN: 2358-9124

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.