METODOLOGIAS ATIVAS NA FORMAÇÃO ACADÊMICA: EXPERIÊNCIAS COM O PROGRAMA DE REFORÇO ACADÊMICO

Johab Christus Sá de Oliveira, Thaís Andreza Cavalcante Bezerra, Roberto Lima de Albuquerque

Resumo


Com o advento da tecnologia e a expansão da comunicação em massa, se torna necessário repensar a metodologia de ensino empregada atualmente, a fim de expandir e apregoar o conhecimento, tornando assim o dia-a-dia em sala de aula mais proveitoso e dinâmico, além da quebra de paradigmas que ainda existe entre professor e aluno. Diante disso, as metodologias ativas surgem para solucionar tal problemática, pois a mesma possui como principal característica a inserção do estudante como agente principal responsável pela sua aprendizagem, comprometendo-se com seu aprendizado. O presente projeto tem por finalidade utilizar as metodologias ativas no Programa de Reforço Acadêmico da disciplina de Química Geral e Inorgânica, em específico, a PBL (Aprendizado Baseado em Problema) que destaca o uso de um contexto clínico para o aprendizado, promove o desenvolvimento da habilidade de trabalhar em grupo, e também estimula o estudo individual, de acordo com os interesses e o ritmo de cada estudante, a fim de promover o protagonismo dos alunos e obter índices de aprovação mais que satisfatórios. Para a realização do mesmo, foi em primeira instância, realizada uma revisão de literatura a partir de artigos científicos e após, uma parte prática com corredores do conhecimento e resolução de problemas pelos alunos. Ao final, foi realizada uma pesquisa, e com a análise dos resultados foi constatada a eficiência da metodologia para a aprendizagem do aluno, especialmente do âmbito farmacêutico pois incentivam uma visão humanística, crítica e reflexiva; perspectivas estas que estão enraizadas no papel do profissional farmacêutico.


Texto completo:

PDF


ISSN: 2358-9124

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.