DOENÇA HIPERTENSIVA ESPECÍFICA DA GESTANTE: UM CUIDADO SOB OLHAR FARMACÊUTICO

Manoel Patrick da Silva Cavalcante, Janedson Chaves Dantas, Karla Bruna Nogueira Torres Barros

Resumo


Causadora de grande risco na gravidez, a doença hipertensiva especifica da gestante, ou pré-eclâmpsia, é uma patologia caracterizada por elevação da pressão arterial, proteinúria e edema. Pode auxiliar no despendimento de doenças cerebrovascular, cardiovascular ou renais secundarias podendo trazer prejuízo a vida da gestante e do feto. O objetivo do presente trabalho foi revisar na literatura cientifica como a pré-eclâmpsia acomete a gestante e como o farmacêutico pode assistir na melhora da vida e tratamento da paciente. Desse modo foi realizado um estudo bibliográfico utilizando as bases de dados Google acadêmico e Science Direct, sendo selecionados artigos em inglês e português que abordavam o assunto entre os anos de 2010 e 2016. Ao todo foram cinco trabalhos, sendo quatro em inglês e um em português. Nesses trabalhos foi visto que a pré-eclâmpsia está bastante relacionada a idade, estado socioeconômico, obesidade, predisposição genética e outros fatores. Foi visto também que problemas vasculares podem ser mantidos até doze semanas após o parto e que, embora o parto cesariano seja o tratamento definitivo, o tratamento medicamentoso tem sido de grande auxilio no controle da pressão arterial materna, desenvolvimento do feto e prevenção de estágios de risco. Desse modo, o farmacêutico é de grande no combate a pré-eclâmpsia, seja na área da assistência farmacêutica, ou seja, na área das análises clinicas.


Texto completo:

PDF


ISSN: 2358-9124

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.