CUIDADO FARMACÊUTICO AO IDOSO PORTADOR DE HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA E DIABETES MELLITUS: REVISÃO DE LITERATURA

Hérick Hebert da Silva Alves, Sanny Ellen de Souza Pereira, Geraldo Carlos da Silva Junior, Luana Alves Silva, Liene Ribeiro de Lima

Resumo


Atualmente o envelhecimento populacional vem aumentando cada vez mais, contribuindo para o aumento da expectativa de vida e o surgimento de várias novas doenças que atinge principalmente aos idosos de todas as classes sociais. Cerca de 80% desse público alvo, tem pelo menos uma doença crônica e isso resulta em terapias medicamentosas prolongadas e até mesmo contínuas, necessitando-se de um profissional Farmacêutico no cuidado ao idoso, orientando quanto ao uso correto desses medicamentos e evitando possíveis interações medicamentosas frente às patologias múltiplas e também quanto ao uso de polifármacia, pois ao invés de estar prevenindo e controlando a doença, poderá está causando diversos efeitos contrários o que dificulta no o tratamento dessas patologias. Dentre as doenças que mais acomete aos idosos, destacam-se a Hipertensão Arterial Sistémica e Diabetes Mellitus, que apresentaram um aumento significativo nas últimas décadas, sendo responsáveis por um grande número de óbitos em todo o país. Nesta revisão de literatura é discutida a importância que este profissional tem com a terceira idade, pois os idosos muitas vezes não tem a capacidade de se auto cuidar e são deixados de lado pelos seus familiares ou em casas de apoio por não terem condições e entendimento sobre a doença e os cuidados que devem ser realizados. Contudo, é de grande importância à contribuição deste profissional, como também de outros especialistas na área da saúde na tentativa de se obter uma boa adesão ao tratamento, orientando tanto o paciente quanto aos familiares em relação ao uso racional dos medicamentos.


Texto completo:

PDF


ISSN: 2358-9124

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.