AVALIAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA E MICROBIOLÓGICA DO GELO COMERCIALIZADO EM UM MUNICÍPIO DO SERTÃO CENTRAL

Bruno Nobre de Oliveira, Rogério Nunes dos Santos

Resumo


A água é um recurso essencial para manutenção da vida, assim também participando no desenvolvimento das populações, sendo, na alimentação, higiene, produção de energia, agricultura, indústria, dentre outras aplicações. O gelo para consumo humano é a água potável submetida a temperaturas de congelação. A água, como matéria prima exclusiva do gelo, quando não seguir os padrões de potabilidade preconizados pela Portaria 2914/2011 do Ministério da Saúde, pode ocasionar diversas enfermidades ao ser humano. Portanto, o gelo para consumo humano deve seguir parâmetros físicos, químicos e microbiológicos que atendam os padrões de potabilidade, assim preservando a saúde. O presente trabalho terá como objetivo a verificação da qualidade higiênico-sanitária do gelo destinado ao consumo humano comercializados no município de Quixadá-CE por meio de indicadores microbiológicos e físico-químico de potabilidade. Os métodos que serão realizados são: físico-químicos, através da potenciometria, fotometria, condutimetria, turbidimetria e microbiológicos por meio da pesquisa de coliformes totais, fecais através da utilização de um substrato cromogênico e Pseudomonoas aeruginosas por meio de isolamento, contagem e Teste de suscetibilidade antimicrobiana. Por intermédio da divulgação dos resultados, o estudo contribuirá para a realização de ações de intervenções, expansão do conhecimento científico e auxílio à investigação de novos estudos.


Texto completo:

PDF


ISSN: 2358-9124

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.