ASSISTÊNCIA FARMACÊTICA EM PACIENTES IDOSOS PORTADORES DO DIABETES MELLITUS

Fagner de Souza Moreira, Sandna Larissa Freitas dos Santos, Maria Luísa Bezerra de Macedo Arraes

Resumo


De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o envelhecimento ativo da população é, sem dúvida um triunfo da humanidade e também um dos nossos grandes desafios. Podemos destacar duas preocupações, em evidência são a saúde do idoso e os fatores que promovem a incidência das doenças relacionadas à idade, como o excesso de peso que está associado aos agravos do diabetes mellitus que é uma enfermidade assinalada por possuir hiperglicemia. A Assistência Farmacêutica engloba um conjunto de ações voltadas à promoção, proteção e recuperação da saúde, tanto individual como coletiva, tendo o medicamento como insumo essencial e visando ao seu acesso e o seu uso racional. Desse modo o idoso, em especial, necessita ser estimulado pelos profissionais de saúde a manter uma vida independente, adaptando-se da melhor forma possível às modificações exigidas para o controle metabólico. Esse estudo tem como objetivo analisar o uso de medicamentos no tratamento de idosos portadores do diabetes melittus na casa de acolhida Remanso da Paz no município de Quixadá-CE, no período de setembro à outubro de 2016. Trata-se de um estudo do tipo observacional, analítico, transversal, consistindo uma abordagem quali-quantitativa onde serão incluídos aqueles que frequentam diariamente a casa de acolhida, com idade entre 60 e 90 anos, estando aptos e de acordo com a participação na pesquisa. Os dados serão coletados por meio de questionário, onde será avaliada, a quantidade de idosos que apresenta a doença, traçando o perfil epidemiológico, medicamentos utilizados e a importância da assistência farmacêutica nas dificuldades da adesão ao tratamento.


Texto completo:

PDF


ISSN: 2358-9124

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.