ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA AO PACIENTE IDOSO PORTADOR DE DOENÇAS CRÔNICAS E ARTERIAL SISTÊMICA

Andreia Soares Silva, Elineuda de Sousa Parente Brandão, Liene Ribeiro Lima

Resumo


Nas últimas décadas temos presenciado o envelhecimento da população mundial de forma rápida, com especial ênfase nos países em desenvolvimento, como o Brasil. Na medida em que cresce a população idosa aumenta a prevalência de doenças crônicas. Entre essas doenças destacam-se a Diabetes Mellitus (DM) e Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS). A DM aparece quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz ou não produz insulina suficiente para controla à taxa de glicemia. A HAS é considerada uma doença e um fator de risco, diretamente relacionada à doença arterial coronariana e Acidente Vascular Encefálico, representando assim um grande desafio para a saúde pública. O presente trabalho tem como objetivo implementar cuidados farmacêuticos à paciente portadora de Diabetes Mellitus e Hipertensão Arterial Sistêmica. Trata-se de um estudo de caso do tipo descritivo, realizado em Banabuiú-CE, com uma idosa portadora de Diabetes Mellitus e Hipertensão Arterial Sistêmica. Os dados foram coletados na residência da paciente mediante uma entrevista a fim de coletar dados através da anamnese empregada e para a complementação dos dados, foi efetuado um exame físico geral do paciente. A paciente faz uso de terapias medicamentosas com os seguintes medicamentos: Glibenclamida (hipoglicemiantes orais), Propranolol (anti-hipertensivo) associados ao Hidroclorotiazida (diurético tiazídico), ambos consumidos uma vez por dia. Paciente relata ser sedentária, adinâmica e fumante. Tendo em vista que o Farmacêutico é um dos profissionais envolvidos no processo de promoção a saúde, é de fundamental importância sua atuação para implementação dos cuidados terapêuticos, orientando quanto à farmacoterapia.

Texto completo:

PDF


ISSN: 2358-9124

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.