TROMBIFILIA HEREDITÁRIA NA GESTAÇÃO: UMA ABORDAGEM FARMACÊUTICA

Bruna de Queiroz Cavalcante, Liene Ribeiro de Lima

Resumo


A trombofilia é definida como a tendência à trombose decorrente de alterações hereditárias ou adquirida da coagulação ou da fibrinólise, que levam a um estado pró-trombótico. As trombofilias hereditárias são, na maior parte dos casos, decorrentes de alterações ligadas aos inibidores fisiológicos da coagulação ou de mutações de fatores da coagulação.

Texto completo:

PDF


ISSN: 2358-9124

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.