TRATAMENTO CIRÚRGICO DE MACROSTOMIA BILATERAL

Kelvin Saldanha Lopes, Larissa Moreira Cunha, Lorenna Maria Rosa Albuquerque Granja, Assis Filipe Medeiros Albuquerque

Resumo


Macrostomia ou Fenda de Tessier nº7 ou facial transversa é uma anomalia congênita rara do complexo bucomaxilofacial, que causa um alargamento da boca na região de comissura labial. Pode ser classificada como uni ou bilateral, sendo o gênero masculino mais afetado. Em aproximadamente 50% dos casos, pode estar associada à uma malformação do pavilhão auricular e pele, podendo estar contida também juntamente com outros tipos de alterações craniofaciais como a Disostose Mandibulofacial, Disostose Acrofacial de Nager e a Sequência de ruptura amniótica. O presente estudo tem como objetivo apresentar a condução do tratamento da presente anomalia através de relato de caso de um paciente portador de macrostomia bilateral. No qual após os exames físicos detalhados constataram o diagnóstico da anomalia. Para o tratamento deste paciente foi realizado a partir de procedimento cirúrgico, com incisões triangulares, com uma linha de sutura linear, para conseguir uma melhor cicatrização local. Atingindo um bom resultado estético funcional após 8 meses de pós-operatório. Existem técnicas descritas para o tratamento de macrostomia, tornando a condução do procedimento reparador de acordo com o grau e complexidade da anomalia, visto que o tratamento dessa anormalidade craniofacial é sempre feito através de intervenção cirúrgica. O tratamento da macrostomia visa recuperar a estética do sorriso, e das assimetrias faciais, bem como também a função do cinturão muscular perioral. É uma técnica de fácil execução e que traz resultados satisfatórios, causando melhoria na qualidade de vida dos portadores de macrostomia de maneira geral.


Texto completo:

PDF

Referências


FARIA, M. C. et al. A abordagem cirúrgica da macrostomia: relato de caso. R. Bras. Cir. Plást, Natal, v. 26, n. 3, p. 49, jan., 2011.

GUNTURU, S. et al. Macrostomia: A Review of Evolution of Surgical Techniques. R. Hindawi Publishing Corporation, Andhra Pradesh, v. 2014, n. 471353, p. 1-4, set. 2014.

TELES, G. G. A.; PERFEITO, D. M. Correção cirúrgica da macrostomia congênita unilateral e bilateral: relato de casos e revisão da literatura. R. Bras. Cir. Plást., São Paulo, v. 31, n. 2, p.2 73-277, jan. 2016.

KAWAI, T. et al. Modified technique in surgical correction of macrostomia. R. Int. J. Oral Maxillofac. Surg., Nagoya, v. 27, n. 1, 178-180, jan. 1998.

HIKOSAKA, M. D. et al. Refined simple line closure for macrostomia repair: Designinga mucosal triangular flap on the commissure region. R. Journal of Cranio-Maxillofacial Surgery, Tokio, v. 37, n. 1, 341-343, mar. 2009.

FADEYIBI, I. O. et al. The Surgical Repair of Macrostomia. R. Cleft Palate–Craniofacial Journal, v. 46, n. 6, p. 642-647, nov. 2009.




ISSN: 2446-6042

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.