O LUGAR DA PSICOLOGIA NO SERVIÇO DE ORIENTAÇÃO PSICOSSOCIAL DE UMA ESCOLA DA REDE ESTADUAL DE ENSINO

João Lucas Dias Viana, Emilie Fonteles Boesmans

Resumo


A inserção da Psicologia na Educação possibilitou o surgimento do psicólogo escolar, profissional que por muito tempo deteve-se a realizar diagnósticos, classificar e adaptar crianças com dificuldades de aprendizagem. Percebe-se que avanços na área tem possibilitado uma prática mais crítica e reflexiva, entendendo a escola como um espaço de construção social, valorizando as relações e atuando no sentindo da prevenção em saúde mental. O presente trabalho é presentar o trabalho da equipe de Psicologia de uma escola militar vinculada à rede pública de ensino. A equipe está inserida no Serviço de Psicologia da escola e atende alunos da 1ª série do Ensino fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, pais e equipe pedagógica. Observou-se o quanto é essencial a inserção do profissional de psicologia nas escolas, pois este contribui para o processo social e afetivo do espaço escolar, bem como muitos avanços ainda precisam nesta área. Percebe-se que a prática da psicologia escolar ainda está em transição das práticas tradicionais para as emergentes.


Texto completo:

PDF

Referências


CAMPOS, H. R.; JUCÁ, M. R. B. L. O psicólogo na escola: avaliação da formação à luz das demandas do mercado. In: ALMEIDA, S. F. C. de (Org). Psicologia Escolar: ética e competências na formação e atuação profissional. Campinas: Alínea, 2003. p. 37-56

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA. Resolução CFP n° Nº 02/2001. Altera e regulamenta a Resolução CFP no 014/00 que institui o título profissional de especialista em psicologia e o respectivo registro nos Conselhos Regionais. Brasília, DF: Conselho Federal de Psicologia, 2001.

CORREIA, M; CAMPOS, H. R. Psicologia Escolar: histórias, tendências e possibilidades. In: YAMAMOTO, O. H.; NETO, A. C. (Orgs). O psicólogo e a escola: uma introdução ao estudo da psicologia escolar. Natal: EDUFRN, 2004. p.137-185

CRUCES, A. V. V. Psicologia e Educação: nossa história e nossa realidade. In: ALMEIDA, S. F. C. de (Org.). Psicologia Escolar ética e competências na formação e atuação profissional. Campinas: Editora Alínea, 2003. p.17-36.

MARTINEZ, A. M. Psicologia escolar e educacional: compromissos com a educação brasileira. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, vol. 13, n. 1, p.169-177. Disponível em: . Acesso em: 28 de set. 2016.

MEIRA, M. Psicologia escolar: pensamento crítico e práticas profissionais. In: TANAMACHI, E; PROENÇA, M; ROCHA, M. (Orgs.) Psicologia e Educação: desafios teórico-práticos. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2002. P. 35-72.

SOUZA, M. P. R. Psicologia escolar e educacional em busca de novas perspectivas. Revista semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, vol. 13, n. 1, p. 179-182. Disponível em: . Acesso em: 03 de out. 2016.

PEREIRA, A. C S; WILLIAMS, L. C. A. Reflexões sobre o conceito de violência escolar e a busca por uma definição abrangente. Temas em Psicologia, vol 18, n 1, Ribeirão preto, 2010. Disponível em . Acesso em: 04 de out. 2016.

YAZLLE, E. G. Atuação do psicólogo escolar: alguns dados históricos. In: CUNHA, B. B. B., YAZLLE, E. G., SALLOTI, M. R. R.; SOUZA, M. de (Orgs.). Psicologia na Escola: um pouco de história e algumas histórias. São Paulo: Arte; Ciência, 1997. p. 11-38.




ISSN: 2446-6042

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.