HISTÓRICO SOBRE A METODOLOGIA DE OBSERVAÇÃO: AVANÇOS ENTRE OS ANOS DE 1970 E 1980

Bruna Borges Costa, Robéria Marcelino Holanda Alvez, André de Carvalho Barreto

Resumo


Este estudo objetiva discutir os avanços teóricos e metodológicos de observação ao longo das décadas de 1970 e 1980. Metodologia de observação é um estudo do comportamento humano que integra diferentes procedimentos ou estratégias de observação, sendo três os Métodos de Observação do Comportamento: (a) Método Narrativo; (b) Método de Amostragem e (c) Método de Classificação. O uso de metodologia de observação iniciou-se e consolidou-se no Brasil motivado por marcos no desenvolvimento e expansão dos cursos de pós-graduação no país, marcado pela presença constante de estudos em Etologia e em Análise do Comportamento. No avanço de outras áreas como a Psicologia Desenvolvimento Humano e Psicologia da Família, estas disciplinas passam também a usar esta metodologia na Psicologia. Com o aumento dos cursos de pós-graduação em Psicologia, as modificações no cenário de pesquisas em Psicologia fizeram com que a Metodologia Observacional passasse a integrar novas perspectivas teóricas.

Texto completo:

PDF

Referências


BATISTA, C. G. Observação do comportamento. In: PASQUALI, L. (Org.). Teoria e método de medida em ciências do comportamento. Brasília: LABPAM e INEP, 1996. p. 263-304.

DESSEN, M. A. C.; BORGES, L. M. Estratégias de observação do comportamento em psicologia do desenvolvimento. In: ROMANELLI G.; ALVES Z. M. M. (Orgs.), Diálogos metodológicos sobre prática de pesquisa. Ribeirão Preto: Legis Summa, 1998. p. 31-50.

GRADNER, Frances. Methodological Issues in the Direct Observation of Parent–Child Interaction: Do Observational Findings Reflect the Natural Behavior of Participants? Clinical Child and Family Psychology Review, Vol. 3, No. 3, 2000. p. 185-198.

FOREHAND, M.; MCMAHON, F. Helping the noncompliant child. Nova York: Guilford Press, 1981.

ROBINSON, E. A.; EYBERG, S. M. The dyadic parent–child interaction coding system: standardization and validation. Journal of Consulting and Clinical Psychology, v. 49, 1981. p. 245–250.




ISSN: 2446-6042

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.