A EDUCAÇÃO DE GÊNERO SOB A ÓTICA DA TEORIA QUEER: UMA FORMA DE COMBATE À CULTURA DA INTOLERÂNCIA

Thales Amaro de Lima, Saulo Nunes de Carvalho Almeida

Resumo


Partindo do pressuposto que compomos uma sociedade inserida em um contexto histórico e político marcado por um grande desenvolvimento tecnológico e informacional, tendo por destaque uma exacerbada diversidade, seja ela étnica, religiosa, política ou de gênero, seria mais do que natural haver um respeito maior ao diverso e ao complexo. No entanto, infelizmente, a realidade é que estamos em um período marcado pelo conservadorismo e pelo retrocesso, ao passo que tudo e todos que se encontram contrários àquilo imposto e disposto como “normal” e moralmente aceitável, por uma parcela social que se auto intitula hegemônica, afeta e norteia práticas diárias de convivência que afetam a sociedade como um todo. Este trabalho tem como objetivo, através de uma pesquisa de revisão bibliográfica, trazer à tona o debate sobre a problemática da cultura da intolerância e o que acarreta socialmente sua prática, apontando como um possível meio para seu combate a educação e mais precisamente a educação de gênero. Propondo o debate sob a ótica da Teoria Queer, tendo a perspectiva de uma teoria pós-estruturalista e marcada pela desconstrução de paradigmas históricos, além de criticar a imposição da normalização heteronormativa e da organização social binária. Assim, sendo possível concluir que temas relacionados ao gênero e sexualidade devem ser debatidos, questionados e pesquisados para, então, deixarem de ser estigmatizados, deixarem de ter em seu bojo esse estereótipo preconceituoso e obscuro que só uma sociedade desinformada considera aceitável.

 


Texto completo:

PDF

Referências


HELLER, Agnes. O cotidiano e a história. 4. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1992.

LOURO, Guacira Lopes. Educação e docência: diversidade, gênero e sexualidade. Disponível em: . Acesso em: 09 de ago. 2016.

LOURO, Guacira Lopes. Teoria queer - uma política pós-identitária para a educação. Disponível em: . Acesso em: 28 de jul. 2016.

MISKOLCI, Richard. A Teoria Queer e a Questão das Diferenças: por uma analítica da normalização. Disponível em: . Acesso em: 02 de ago. 2016.

MISKOLCI, Richard. A Teoria Queer e a Sociologia: o desafio de uma analítica da normalização. Disponível em: . Acesso em: 27 de jul. 2016.

SOUZA, Eloisio Moulin; CARRIERI, Alexandre de Pádua. A analítica QUEER e seu rompimento com a concepção Binária de Gênero. Disponível em: . Acesso em: 09 de ago. 2016.




ISSN: 2446-6042

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.