A CRIAÇÃO DE UM GUIA DE ESTUDOS EM ANATOMIA COMO MÉTODO COMPLEMENTAR NA APRENDIZAGEM DE ANATOMIA HUMANA

Matheus Duarte de Araújo, Fernanda Correia Chaves, Iara Luiza Lima dos Santos, Mariza Maria Barbosa Carvalho, Maria Udete Facundo Barbosa

Resumo


O guia de estudos em anatomia trata-se de uma metodologia complementar para ser utilizada nas aulas teóricas e práticas de anatomia humana, com a finalidade de propor uma abordagem do conteúdo com maior eficácia e um embasamento teórico que permita que o discente relacione as estruturas anatômicas estudadas. O propósito deste trabalho foi contribuir com o estudo em anatomia humana para os discentes de odontologia do primeiro semestre da UNICATÓLICA através do uso de um guia de estudos em anatomia, permitindo aos alunos a formação de um elo com o conhecimento anatômico e o aumento da criticidade sobre as diversas áreas da saúde. Trata-se de um estudo que visa identificar as relações de aprendizado e as representações, através de um Guia Anatômico das estruturas do corpo humano. O projeto foi desenvolvido no Centro Universitário Católica de Quixadá, no período de maio de 2016 a novembro de 2016. A população foram os acadêmicos do 1º semestre do curso de Odontologia, regularmente matriculados na disciplina de Anatomia Humana. A amostra foi composta no total de 36 acadêmicos. Foram utilizados dados do Sobotta – Atlas de Anatomia Humana, do livro Anatomia Humana Básica – Dangelo e Fattini e do Netter - Atlas de Anatomia Humana. O Guia foi desenvolvido no processador de texto Microsoft Word versão 2010, onde as terminologias de anatomia e as respectivas características de cada estrutura foram dispostas em tabelas. Esta pesquisa trará como benefício o fortalecimento do curso de odontologia da área da saúde, através do estudo complementar em anatomia por meio da utilização de um guia.


Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, A. J. S.; LEHFELD, N. A. S. Fundamentos de Metodologia Científica. ed. MAKRON, 3. ed., 2007.

COSTA, A. P. Ensino da anatomia humana em cursos de graduação em educação física. Mestrado (Dissertação) - Programa de pós-graduação Stricto Sensu - Universidade São Judas Tadeu, São Paulo, 2007.

FERREIRA, L. M.; HOCHMAN, B.; BARBOSA, M.V. J. Modelos experimentais em pesquisa. Acta Cir. Bras., v. 20, suppl. 2, São Paulo, 2005.

HADDAD, N. Metodologia de estudos em ciências da saúde. 1. ed, São Paulo: Roca, 2004.

MINAYO, M. C. de S.; SANCHES, O. Quantitativo-qualitativo: oposição ou complementaridade? Cad. Saúde Pública, v. 9, n. 3, p. 239-62, 1993.

PEROVANO, D. G. Manual de Metodologia Científica para a Segurança Pública e Defesa Social. Ed. JURUA, 1. ed., 2014.

REIS, C.; MARTINS, M.M.; MENDES, R.A.F. et al. Avaliação da Percepção de Discentes do Curso Médico acerca do Estudo Anatômico. Revista Brasileira de Educação Médica, Minas Gerais-MG, 2013.

SALBEGO, C.; OLIVEIRA, E. M. D.; SILVA, M. A. R. et al. Percepções Acadêmicas sobre o Ensino e a Aprendizagem em Anatomia Humana. Revista Brasileira de Educação Médica, Rio Grande do Sul-RS, 2014.




ISSN: 2446-6042

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.