A BRINCADEIRA E A SOCIALIZAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE CRIANÇAS NA FASE DO PERSONALISMO À LUZ DE UMA PERSPECTIVA INTERACIONISTA

Dária Maria Barbosa Dedê, Bruna Borges Costa, Thatiane Ferreira da Silva, Cândida Marias Farias Câmara

Resumo


Pretende-se, com este trabalho, apresentar, sob uma perspectiva interacionista, as contribuições que o brincar lúdico pode oferecer para o desenvolvimento das habilidades sociais em crianças de três anos e meio de idade. Tendo como base uma pesquisa bibliográfica na qual autores como Wallon, Vygotsky e Piaget e outros autores que apresentam estudos consolidados relacionados à essa temática terão maior enfoque. Abordam-se as principais características da maneira de brincar deste período com ênfase para a importância da brincadeira do jogo simbólico ou “faz de conta”, e de como estas atividades influenciam no processo de socialização infantil. Finalmente foi-se possível concluir que as vantagens atribuídas às funções da brincadeira são inúmeras e que estas favorecem o desenvolvimento das habilidades sociais de forma plena bem como auxiliam no desenvolvimento humano em suas várias modalidades.

Texto completo:

PDF

Referências


CORDAZZO, S. T. D.; VIEIRA, M. L. A brincadeira e suas implicações nos processos de aprendizagem e de desenvolvimento. Estud. Pesqui. Psicol., Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, p. 92-104, abril. 2007. Disponível em: . Acesso em: 08 mar. 2015.

DHERMER, V. L. Jogo Lúdico como Elemento de Socialização da Criança. Porto Alegre, 2013. Disponível em . Acesso em 23 mai. 2015.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. Ed. São Paulo: Atlas, 2002.

MELO, L.; VALLE E.; O brinquedo e o brincar no desenvolvimento infantil. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 23, n. 40, p. 43-48, Jan-mar. 2005. Disponível em: http: /bases.bireme.br/cgi-bin/wxislind.exe/iah/online/?Isisscript=iah/iah.xis&src=google&base=lilacs〈=p&nextAction=lnk&exprsearch=48185&indexsearch=id>. Acesso em: 07 de mar. 2015.

MINAYO, M. C. de S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec, 2007.

MOLLO-BOUVIER, S.; Transformação dos modos de socialização das crianças: uma abordagem sociológica. Educ. Soc., Campinas, vol. 26, n. 91, p. 391-403, Maio/ago. 2005. Disponível em: . Acesso em: 07 de mar. 2015.

ROLIM, A. A. M.; GUERRA, S. S. F.; TASSIGNY, M. M. Uma leitura de Vygotsky sobre o brincar na aprendizagem e no desenvolvimento infantil. Rev. Humanidades, Fortaleza, v. 23, n. 2, p.176-180, jun./dez. 2008. Disponível em: . Acesso em: 30 de abr. 2015.




ISSN: 2446-6042

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.