O VOLEIBOL COMO CONTEÚDO NAS AULAS DE EDUCACÃO FÍSICA NO ENSINO MÉDIO: POSSIBILIDADES

Lucas dos Santos Silva, Francisco Dyelrhanns da Silva Barbosa, Antonio Evanildo Cardoso de Medeiros Filho, Paulo Henrique de Sousa

Resumo


Apesar de ser um esporte competitivo, o voleibol quando inserido no âmbito escolar, deve ser englobado os aspectos lúdicos, desfrutando dos valores como respeito, bem como as relações socioafetivas, colaborando para o desenvolvimento de indivíduos crítico-reflexivo. Diante do exposto, o trabalho tem como objetivo identificar fatores que influenciam no processo de ensino-aprendizagem ao ministrar o conteúdo voleibol nas aulas de Educação Física em uma escola profissionalizante no interior do Ceará. Trata-se de uma pesquisa observacional, com caráter descritivo, de abordagem qualitativa e transversal. O estudo foi realizado em uma escola profissionalizante de um município do interior do Ceará. Observou-se que há grande interesse dos alunos por esse conteúdo e que o mesmo é abordado nas dimensões conceitual, atitudinal e procedimental. Por outro lado, a duração de aula é um fator limitante no discernimento desse conteúdo. Diante desse trabalho, ver-se o quão é acessível o desenvolvimento do conteúdo voleibol nas aulas de Educação Física, sendo este do interesse dos educandos.


Texto completo:

PDF

Referências


BARROSO, A. L. R.; DARIDO, S. C. Voleibol escolar: uma proposta de ensino nas dimensões conceitual, procedimental e atitudinal do conteúdo. Rev. bras. Educ. Fís. Esporte, São Paulo, v.24, n.2, p.179-94, abr./jun. 2010.

BOJIKIA, J. C. M. Ensinando o voleibol. 5 ed. São Paulo: Phorte, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais da Educação Física. 2. ed. Brasília: MEC/SEF, 2000.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Educação física / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF, 1997.

CAMPOS, L. A. S. Voleibol “da” escola. Jundiaí: Fontoura, 2006.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

KORSAKAS, P.O. Esporte infantil: as possibilidades de uma prática educativa. In: De ROSE JUNIOR, D. et al. Esporte e atividade física na infância e na adolescência. Porto Alegre: Artmed, 2002. p. 39-49.

LOPEZA, L. A.; SILVEIRA, R.; STIGGER, M. P. O campo da Educação Física visto a partir da produção acadêmica sobre voleibol. Rev. Bras. Ciênc. Esporte. v. 38, n. 3, p. 235-242, 2016.

MEDEIROS FILHO, A. E. C.; OLIVEIRA, K. B. B.; SOUSA, L. A.; TAHIM, A. P. V. O.; ALVES JUNIOR, T. A.; SOUSA, F. C. S.; PONTES JUNIOR, J. A. F. Percepção discente sobre os fatores do processo de ensino-aprendizagem das aulas de educação física. Coleção Pesquisa em Educação Física, v. 15, n. 2, p. 161-168, 2016.

MINAYO, M. C. S. (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

PAES, R. R. Educação Física escolar: o esporte como conteúdo pedagógico do ensino fundamental. 1996. 198f. Tese (Doutorado em Educação Física) – Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1996.

SOARES NETO, J. J.; KARINO, C.A.; JESUS, G.R.; ANDRADE, D.F. A infraestrutura das escolas públicas brasileiras de pequeno porte. Revista do Serviço Público. Brasília, v.64, n. 3, p.377-391, jul./set. 2012.

SOUSA, A. C. M.; BERDERINO, E. C., COSTA, E. J.; SOUZA, S. Q. O ensino do voleibol na educação física escolar: uma experiência no PIBID/educação física/UNIUBE. Encontro de Formação de Professores, v. 1, n. 1, 2013.

THOMAS, J. R.; NELSON, J. K.; SILVERMAN, S. J. Métodos de pesquisa em atividade física. 6ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2012.




ISSN: 2446-6042

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.