ENDOMETRIOSE X INFERTILIDADE: REVISÃO DE LITERATURA

Gerema Keyle Teles de Souza, Jane Ruth Gadelha Costa, Lara Leite de Oliveira, Liene Ribeiro de Lima

Resumo


A endometriose é uma patologia caracterizada pela presença do endométrio, localizado fora da cavidade uterina, podendo instalar-se em diversos locais, como ovários, peritônio, ligamentos úterossacros, região retro cervical, septo reto-vaginal, intestino, bexiga e ureteres. As causas da endometriose não são bem estabelecidas, bem como a dificuldade no diagnóstico devido à inespeficidade do quadro clínico. Tais ocorrências predispõe a demora do diagnóstico da doença e propicia o surgimento de inúmeras complicações, dentre elas a infertilidade. Objetiva-se levantar na literatura a presença da infertilidade em pacientes com endometriose.Trata-se de uma revisão integrativa de literatura sobre a endometriose e suas relações com a infertilidade nas mulheres acometidas com a patologia. Foram encontrados um total de 30 referências, entre livros, artigos, monografias, dissertações, manuais e cartilhas de orientações quanto à endometriose e suas complicações. No entanto foram selecionadas 20 referências para a análise do conteúdo, sendo excluídas aquelas que não atendiam ao tema proposto, ficando aquelas que se adequaram melhor a proposta do trabalho. A endometriose é uma inflamação crônica que representa uma das doenças ginecológicas mais comuns entre as mulheres em idade fértil. É caracterizada como uma importante causa de dor pélvica e infertilidade feminina, acometendo aproximadamente 10 a 20% das mulheres em idade reprodutiva, sendo que de 30 a 50% das mulheres com endometriose são inférteis. A endometriose relacionada à infertilidade feminina é um tema que gera discussões, decorrente de alguns pesquisadores não entrarem em consenso, porém o que se sabe é a alta prevalência da endometriose em mulheres inférteis. Com isso, surge a necessidade de repensar as práticas usadas para o diagnóstico e tratamento da doença, bem como aliar o acompanhamento das mulheres com dificuldade em reproduzir decorrente da endometriose.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, D. A. S.; OLIVEIRA, A. M. Endometriose e seu impacto na fertilidade feminina. Rev. Acadêmica do Instituto de Ciências da Saúde. 2015, vol. 01, n° 01.

BELLELIS, P. et al. Aspectos Epidemiológicos e Clínicos da Endometriose Pélvica: Uma série de casos. Rev. Assoc. Med. Bras. 2010, vol. 56, n°. 04. p. 467-471.

BIANCO, B. et al. O papel dos reguladores endócrinos na fisiopatologia da endometriose: revisão de literatura. Arq. Bras. Cienc. Saúde. 2010, vol. 35, n° 02.

BRASIL, Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde. Portaria nº 879, de 12 de julho de 2016. Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas da Endometriose.

CARDOSO, E. P. S. et al. Endometriose em diferentes faixas etárias: perspectivas atuais no diagnóstico e tratamento da doença. Ciências e Práxis, 2011, vol. 04, n° 08.

CROSERA, A. M. L. V. et al. Tratamento da endometriose associada à infertilidade - Revisão de Literatura. FEMINA. Maio 2010, vol. 38, nº 5.

MATTA, A. Z.; MULLER, M. C. Uma Análise qualitativa da convivência da mulher com sua endometriose. Psicologia, saúde & doenças, v. 7, n. 1, Rio Grande do Sul, 2006.

NÁCUL, A. P.; SPRITZER, P. M. Aspectos atuais do diagnóstico e tratamento da endometriose. Rev. Bras. Ginecol. Obstetrícia, 2010.

SILVA, A.D.R. Endometriose e Infertilidade: o papel do tratamento cirúrgico pélvico a ciclos de procriação medicamente assistida. Dissertação (Mestrado Integração em Medicina). Universidade do Porto, 2012.

SOUZA, F. H. B. B.; BRITTO, M. A. M. Tratamento hormonal da dor associada à endometriose: Uma Revisão de Literatura. Universidade Tiradentes. Aracaju, 2015.




ISSN: 2446-6042

© Unicatólica. Todos os direitos reservados.

Este sistema é mantido pelo Núcleo Educacional de Apoio Digital.